Logotipo

Qual é a melhor fonte para criar um logotipo para um arquiteto(a)?

Pode até parecer algo fácil de decidir, mas não é. A verdade é que escolher a melhor fonte para o seu logotipo é tarefa muito importante. Uma opção equivocada ou mal pensada pode afetar negativamente a percepção que potenciais clientes têm sobre o seu escritório?

Isso porque fontes transmitem muito mais do que palavras ou estilos e saber como selecionar aquela que está mais alinhada aos propósitos do seu escritório pode fazer toda a diferença no sucesso da sua identidade visual. Quer saber mais? Então acompanhe a leitura!

Em três passos vamos guiar você a escolher a melhor fonte para seu logotipo:

1. Entenda a mensagem que você quer transmitir

O primeiro passo para escolher uma fonte perfeita para você, arquiteto ou arquiteta, é pensar no tipo de mensagem que você deseja transmitir com o seu logotipo.

A ideia é passar a imagem de um escritório moderno, sintonizado com os novos softwares e tecnologias? Ou seu escritório é mais ligado a valores como tradição e solidez? Ou é um escritório onde trabalha a família toda? Seu logotipo busca atrair clientes pessoa física ou jurídica? Projetos focados no comércio ou residencial? Tudo isso importa muito nessa construção!

Saber responder com clareza a esse tipo de pergunta e ter uma noção clara dos seus interesses e aspirações é fundamental para construir a identidade perfeita para você. Por isso que responder adequadamente ao briefing inicial é sem dúvidas uma das etapas mais importantes na criação de sua marca profissional.

2. Busque fontes que estejam conectadas a essa mensagem

Uma vez identificada a mensagem que você deseja transmitir ao seu público-alvo, chegou a hora de buscar fontes que estejam conectadas a essa ideia. Por isso, a escolha da fonte deve ser orientada pela maneira como ela impacta a percepção do cliente, e não por preferências pessoais. Entenda melhor:

Fonte serifada ou serif: é aquela que tem pequenos prolongamentos nas hastes de cada letra. Transmite a ideia de tradição e é a mais indicada para quem quer passar a ideia de solidez, confiança e respeitabilidade;

Fonte sem serifa ou sans serif: sem prolongamentos nas hastes, tem uma aparência simples e limpa, e é utilizada quando a ideia é passar uma mensagem de objetividade e modernidade;

Fontes cursivas: incluem a maioria das fontes manuscritas e devem ser utilizadas com cautela para não prejudicar a capacidade de ler do logotipo. Transmitem a ideia de elegância e criatividade.

3. Priorize a legibilidade

Seja qual for o tipo de letra escolhido para o seu logo, certifique-se de que ele é perfeitamente legível por qualquer pessoa. Afinal de contas, a mensagem mais genial pode se perder se não puder ser compreendida facilmente.

Para garantir essa clareza, escolha apenas uma fonte e tenha cuidado também na hora de eleger as cores do logotipo, evitando visuais excessivamente poluídos. Muitos estilos de fontes e cores causam confusão mental e não impactam positivamente.

Como esse processo funciona na Pling?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a importância da escolha da fonte para o sucesso da criação do seu logotipo, fica mais fácil compreender que contar com um time de especialistas coordenando o projeto é fundamental.

Profissionais especializados em design gráfico, que estudaram por anos como as cores, elementos visuais e fontes impactam o receptor da mensagem podem auxiliar você a obter uma identidade visual que esteja realmente alinhada aos seus propósitos.

Confira etapas de criação aqui na Pling:

1. Estudo do briefing respondido por você

Nosso trabalho de desenvolvimento do logo começa assim que recebemos o briefing enviado por você. Nosso time de especialistas está sempre a postos para estudar as suas respostas e criar o logotipo ideal para o seu escritório.

2. Análise das emoções relacionadas a pedido do cliente

Na Pling nada é feito ao acaso ou por fazer. Contamos com um processo científico de criação, que leva em consideração as emoções que precisam ser despertadas nos seus clientes para que você atinja os melhores resultados.

3. Pesquisa e seleção das fontes

Nesta etapa, nossa equipe vai finalmente escolher as fontes mais adequadas para transmitir a mensagem que você deseja para os seus clientes.

4. Seleção das cores que reforçam essa emoção

Durante este passo do projeto, nossos especialistas escolherão as cores que traduzem os valores do seu escritório e ajudarão você a se aproximar ainda mais do seu público-alvo.

5. Escolha dos elementos gráficos ideais

Etapa final do processo de criação do logotipo, a escolha dos elementos gráficos ajuda a criar uma marca única, que representará o seu escritório perante clientes e parceiros.

6. Aprovação e feedback do cliente

Com tudo pronto, o logotipo é enviado para você. Nessa fase, sugestões são sempre bem-vindas! Você pode aprovar o trabalho realizado ou devolvê-lo para a realização de alterações, se necessárias.

Fique tranquilo! O pagamento só deverá ser feito quando você estiver totalmente satisfeito com o resultado.

7. Ajustes e aprovações

Nesta fase, nosso time de especialistas recebe o seu feedback, faz as alterações necessárias e envia o logotipo perfeitamente acabado para a sua aprovação final e pagamento.

Se você quer ter sua identidade visual elaborada por um time de especialistas com expertise na criação de logos para arquitetos de todo o Brasil, use a Pling agora mesmo! Será um prazer ajudá-lo!

Você pode ver um exemplo de logotipos para arquitetos e urbanistas criados pela Pling clicando aqui.

Para solicitar a criação de um logotipo para você, clique aqui.

0
Seja o primeiro a comentar!