Marketing

Marketing de conteúdo: entenda o conceito e como ele é fundamental para arquitetos

Você tem alguma familiaridade com marketing de conteúdo? É comum uma certa confusão sobre o conceito do que vem a ser marketing de conteúdo, mas estamos aqui para esclarecer e dar dicas de como essa ferramenta pode ser tão estratégica para divulgar seus serviços e escritório de arquitetura.

Na definição do fundador do Content Marketing Institute, Joe Pulizzi, "marketing de conteúdo é uma abordagem estratégica de marketing focada em criar e distribuir conteúdo valioso, relevante e consistente para atrair e reter um público-alvo claramente definido — e, em última análise, conduzí-los a ações rentáveis como consumidores”. Começa a fazer sentido para você?

Ou seja, bem como o nome ilustra, marketing de conteúdo é uma das ferramentas de marketing na qual você produz conteúdo relevante para atrair a atenção do seu público-alvo, no caso, seus clientes já atendidos e potenciais clientes que estejam buscando por arquitetos. A missão do marketing de conteúdo é que essa audiência seja impactada e reconheça em você uma autoridade na sua área.

Dá para estabelecer uma comparação com os autores de livros e artigos acadêmicos: eles praticam de certa forma o marketing de conteúdo, pois suas obras geralmente tornam-se referência em suas áreas e atraem potenciais pessoas interessadas em seus serviços.

Mas, calma. Não será preciso que você se torne um escritor e autor de livros. Existem maneiras mais rápidas, práticas e eficazes de ter uma boa estratégia de marketing de conteúdo.

Essa dica é de ouro e vai guiar toda a sua jornada pelo marketing de conteúdo:

Escreva textos pequenos, objetivos e sempre com foco no seu público-alvo, que é o cliente e o potencial cliente.

E o resto? Os mecanismos de buscas e seus robôs, por exemplo, o Google, farão por você.

Sabe como? Vamos exemplificar:

Vamos supor que você seja especialista em arquitetura industrial. Naturalmente, você vai escrever artigos a respeito dessa temática. Todos os dias centenas de pessoas buscam por projetos e arquitetos para indústria no Google (e em outros buscadores). E é aí que tudo começa a fazer sentido, pois quanto mais você escrever sobre sua temática de domínio, maiores as chances de as pessoas encontrarem você, lerem seus artigos e reconhecerem que você é um especialista na área.

Quando um potencial cliente seu buscar na internet pelo termo "arquitetos indústria", por exemplo, provavelmente o seu conteúdo, aquele produzido por você, estará bem posicionado. E o ciclo de sucesso começa: as pessoas clicam, fazem a leitura e fica mais fácil atrair esse potencial cliente para uma outra fase, que é de converter esse potencial cliente em cliente consumidor.

Algumas dicas importantes:

1. Tenha mesmo o que falar: não adianta escrever artigos com pouco ou nenhum embasamento, apenas focando nas palavras-chaves para que o Google lhe deixe melhor ranqueado nos resultados de busca. Isso acaba por resultar em efeitos negativos. Você quer criar autoridade e não afastar o público;

2. Aposte numa linguagem amigável: não escreva textos com termos muito acadêmicos ou científicos. Pense que o cliente que você quer atrair por meio do marketing de conteúdo são pessoas leigas;

3. Sem textão: em geral, as pessoas se cansam com leituras extensas, principalmente na internet. Mas, nem 8 nem 80. Não publique textos curtos demais.

E lembre-se: o segredo de um bom marketing de conteúdo para arquitetos é gerar conteúdo que seja efetivamente relevante, bem escrito, com fundamento e que seja impactante para que seu público alvo realmente possa tirar proveito do que leu.

Outra atenção que você deve ter é: onde você deve publicar seus conteúdos? Na internet há fóruns, blogs e sites que se dedicam à arquitetura.

A Pling possui uma solução completamente gratuita que permite a publicação e o compartilhamento de conteúdo relacionado à Arquitetura, que chamamos de Universo da Arquitetura. Acesse e confira as notícias da Arquitetura, produzidas por colegas arquitetos e pelos Conselhos representativos da profissão.

0
Seja o primeiro a comentar!