O símbolo da Arquitetura é um dos mais interessantes entre todos os que ornam as outras profissões e ofícios pelo mundo. Não necessariamente pela sua originalidade – os elementos são comuns – mas pelo seu simbolismo e pelo que ele transmite.

 

Muita gente vê o seus elementos e logo os remete à Maçonaria, que também os utiliza para transmitir sua própria mensagem e conotação. O “G” do símbolo da Arquitetura também tem várias interpretações, mas você vai ver, durante o artigo, que ele não é nada de outro mundo nem místico demais.

E aí, vamos desvendar o que o símbolo da Arquitetura realmente significa?

O compasso e o esquadro não tem nada a ver com a Maçonaria

Os principais elementos do símbolo da Arquitetura são, com certeza, o esquadro e o compasso. Por coincidência e nada mais, eles também são os mesmos símbolos da Maçonaria. Será que é daí que veio?

Na verdade não. O símbolo da Maçonaria busca referenciar ideais parecidos que o da Arquitetura, mas esse segundo é um pouco mais específico na sua interpretação, e também menos místico.

O compasso representa a abóbada celeste e o movimento do Sol sobre a Terra. Ele também está representando a figura geométrica perfeita, que é o círculo. O esquadro, por sua vez, representa a própria Terra, sua fixação em si mesma e a indicação dos quatro pontos cardeais.

O compasso também transmite a ideia do divino, do conhecimento superior e da perfeição – vide o próprio círculo. O esquadro, por sua vez, é mais “pé no chão”, e no símbolo da Arquitetura está relacionado com a ação transformativa do homem.

Mas o que isso tem a ver com a Arquitetura?

Esses símbolos, não por nada, também são ferramentas muito usadas por arquitetos em geral. Quando colocados assim, eles transmitem uma mensagem simples: o domínio do homem sobre as proporções divinas e o próprio ato de criar.

E isso tem tudo a ver com a arquitetura, não é? Dominar as proporções divinas e moldá-las de acordo com a consciência humana é basicamente o trabalho de todo arquiteto. Esses dois símbolos representam exatamente isso.

Mas o que é exatamente esse “divino” no símbolo da Arquitetura? Como ele é trabalhado especificamente?

A deusa Geometria

Como todo bom logotipo, o símbolo da Arquitetura transmite uma mensagem que faz sentido com o que ela busca representar. A inspiração – ou manifestação divina – transformada em algo palpável, fruto da engenhosidade humana.

Mas de onde vem esse divino? Seria uma ideia mística de Deus? Nem tanto. A divindade está representada no símbolo da Arquitetura pela letra G. Muita gente acaba pensando que esse G vem de god, deus em inglês, mas a deusa aqui é outra: é a geometria.

O G do símbolo da Arquitetura está representando a divindade das proporções. Ele, então, aliado à simbologia que nós discutimos anteriormente, representa a ação do homem na Terra para reproduzir a divindade das proporções exatas, resultando em belíssimos trabalhos arquitetônicos.

O símbolo da Arquitetura transmite uma mensagem

É o que nós sempre falamos em todos os nossos artigos: o poder da imagem quando ela possui um conceito é o de transmitir uma mensagem com facilidade e elegância.

O símbolo da Arquitetura não é exatamente tão original assim, mas a forma como ele é interpretado combina perfeitamente com o que a própria Arquitetura, como conceito, promete e entrega. O homem reconhece a perfeição da geometria e, ao invés de simplesmente idolatrá-la, a transforma de acordo com os seus desígnios.

Essa é uma mensagem muito poderosa, que ressoa no coração de todo arquiteto. O poder de transformar a natureza para um fim específico, usando ferramentas e o conhecimento humano, é uma ideia imortal e atemporal. Tudo isso é transmitido através de dois elementos de imagem e uma única letra.

É exatamente por isso que você deve investir na criação de um logotipo para o seu escritório de Arquitetura. Imagine a mensagem que você mesmo pode transmitir, e o quanto ela agrega valor ao seu negócio. Vale a pena fazer um investimento, não acha?

Se é isso que você quer, não deixe de conhecer o trabalho que realizamos aqui na Pling. É profissionalismo, dedicação e conceituação em condições que cabem no bolso de qualquer um. Vamos continuar essa conversa?