ATO 1: Assim começa nossa história

Está é a história de Jaqueline.

Jaque, como era chamada pelos amigos, sempre foi esperta.

– Menina, o que você quer ser quando crescer?

– Dona do meu nariz. – dizia, sem rodeios.

Sua mãe ficava corada, mas gostava.

Logo que se formou, Jaqueline pensou em procurar emprego, mas algo a incomodava.

Talvez já fosse o caso de começar sendo logo a única dona do seu nariz. Mas a grana era pouca.

Resolveu se juntar com umas amigas. E montaram um negócio.

No início, tudo ia às mil maravilhas. Depois, nem tanto.

Os problemas do dia-a-dia, a gestão do negócio, a afastavam mais e mais do que amava fazer. Até que não deu mais: saiu da sociedade.

Passou um tempo meio triste, repensando as suas escolhas, relembrando seus sonhos.

Foi quando entrou em ação um amigo de infância, o Felipe.

Felipe é médico e amigo da Jaque desde que eles se entendem por gente.

E quem te conhece bem sabe como sacudir sua poeira. Basta uma frase.

– Jaqueline, vai ficar esperando o que para ir atrás do que você realmente quer?

Bastou.

ATO 2: Como criar o nome para o meu escritório de Arquitetura?

Foi o que ela fez. Montou um escritório.

Mas antes precisava resolver um problema: qual seria o nome que daria ao escritório?

Colocaria seu nome? Ou melhor: iria inventar um nome?

Mas todas as ideias que tinha pareciam cada vez mais ridícula.

Abriu o celular e digitou: “Como criar o nome para o meu escritório de Arquitetura?” e apareceu este texto:

“Eu já ouvi esta frase algumas vezes: “Como eu crio no nome para o meu negócio?”

Tenho certeza que vocês arquitetas e arquitetos de todo o Brasil já passaram ou vão passar por este momento: o de dar um nome para o seu escritório.

Então este post foi escrito para vocês que sofrem para criar um nome para o seu escritório de arquitetura. Antes de qualquer coisa quero dizer que vocês não estão sós.”

Ela acessou o post, leu tudo, usou as dicas e criou o seu nome.

Pronto, estava com tudo pronto para começar!

ATO 3: Resolvendo os problemas

A parte mais complicada não foi criar o nome, achar o local ou lidar com a burocracia, foi passar por tudo isso e entender que o trabalho mal tinha começado.

Ás vezes, a noite em casa, sozinha com uma agenda vazia, ela refletia:

“De que adianta um belo escritório sem clientes?”

“Como vou lotar essa agenda? Por onde começo?”

Jaqueline foi para a internet. Uma busca no Google e centenas de endereços aparecem.

Todos oferecendo a solução mágica:

Anuncie!
Divulgue!
Envie!
Venda!

Mas anunciar o que? Divulgar como? – pensou nossa heroína.

Um dos links dizia: Divulgue sua Marca.

Ela ficou curiosa. Clicou.

A página oferecia uma ferramenta de criação de logotipos grátis. Ela tentou por 40 minutos e desistiu.

Voltou para o Google. Clicou em outro.

Um site vendia criação de marcas mas o preço era salgado.

Ela fechou a página. Foi deitar pensativa.

Na manhã seguinte, no caminho do trabalho, parou para tomar um café na casa da mãe. Conversaram sobre amenidades, até chegar no assunto que não saia da sua cabeça.

Marcos, seu irmão ouvindo a história afirmou:

– Deixa comigo, eu faço esse logo para você.

Ela ficou empolgada. Tinha achado em casa a solução para começar a divulgar o seu negócio: criar um belo logotipo.

Depois era só criar a papelaria, as páginas e tudo mais. Os clientes iriam adorar e ligar marcando horários aos montes. Era questão de tempo para o sucesso.

Uma semana depois ela voltou na casa da mãe. Seu irmão tinha acabado de sair com a namorada. No computador nenhuma pista do logo.

Jaqueline deixou um recado no Whatsapp:

– “Ei mano, cadê minha marca?” – nem traço de resposta.

Quinze dias depois ela lembra do assunto. Liga para ele. Marcos atende com voz de sono.

– Oi Jaque, o que manda?

– Ei, só um segundo… (um cliente que estava agendado acabava de ligar para remarcar a reunião).

– Olha, preciso daquele logotipo. Já tá pronto?

(silêncio do outro lado…)

– Ah, sim! Tá aqui. Quer que eu te mande?

Ela preferiu passar lá mais tarde. Combinaram.

De noite o drama. Teve até briga. Não ficou pronto, nem de longe. E o que tinha sido feito era bem ruim.

Ela foi para casa sem saber o que fazer.

Voltou a abrir o navegador, onde leu:

Já pensou em criar um logotipo para sua empresa?

Sabe que ele é o primeiro passo para reforçar a identidade de sua marca? Tudo começa com um logotipo!

Não perca tempo e comece agora a se destacar da concorrência. Deixe sua marca no mundo, comece seu negócio com o pé direito.

Uma identidade visual criada por um profissional passa credibilidade e confiança para seus clientes.

Se distancie da concorrência e garanta que sua empresa seja reconhecida, desde o primeiro contato. Um belo logotipo vai fazer com que seus futuros clientes o identifiquem no mercado, criando uma associação entre seus serviços e sua marca.

Tenha em mente que ao abrir um negócio, todos procuram o caminho mais rápido para o sucesso. Uma boa marca vai lhe ajudar neste processo.”

Mas onde eu faço isso?!

Gritou com a tela.

ATO 3: A ajuda chegou!

Foi para o Facebook e depois de alguns minutos, em um anúncio, parecia ter encontrado a resposta.

“Crie um logotipo notável por um preço justo!”

Era um serviço novo, que oferecia logotipos feitos por Designers, que garantia qualidade e entrega. Ela olhou o site. Entrou em contato pelo chat.

Na janelinha azul um rosto dentro de um círculo respondeu:

– No que posso ajudar Jaqueline?

– Gostaria de saber como é o serviço de vocês.

– Nós criamos o seu logotipo. Temos profissionais com muita experiência neste tipo de trabalho.

Ela pediu alguns trabalhos para ver. Gostou.

Deixou o site aberto e fez uma pequena pesquisa. Voltou para outra aba e fechou o pedido.

Logo recebeu uma mensagem no seu e-mail.

Estava confirmado. Em breve eles entrariam em contato.

“Responda essas perguntas” – dizia a próxima mensagem.

Ela respondeu. Enviou.

Pouco depois recebeu uma primeira versão de logotipo. Gostou mas pediu um ajuste. No dia seguinte estava no seu email.

Aprovou.

Uma semana depois ela pediu os cartões, blocos e outros materiais na gráfica. Mandou o logo para seu irmão. Ele montou sua página no Facebook e um perfil no Instagram (bom, isso ele sabia fazer bem).

Ela começou a pensar no tempo que havia perdido. E se lembrou daquele post que mudou tudo e veio à sua mente outros trechos:

Quando seu negócio está começando talvez o ponto mais importante (e constantemente renegado) é a construção de sua marca. E o logotipo é o ponto de partida nesta caminhada, ele vai ser o ponto de ligação entre o reconhecimento do público e a confiança que os seus serviços terão.

O seu sucesso vai depender de quanto seus clientes o reconhecem como uma grande marca.

Hoje em dia, com toda a tecnologia presente no mercado, as empresas precisam pensar em qualidade, e principalmente como ter um material de divulgação que explicite suas qualidades.

Uma marca moderna, e que seja destaque no mercado, vai abrir um novo mundo de possibilidades.

Mas como criar uma marca quando não temos nem tempo e nem recursos abundantes para tanto?

Jaqueline sorriu.

Agora tinha como criar uma identidade para seu negócio.

Ia dar muito trabalho, mas era o começo da caminhada, mas agora com o pé direito.

E da empresa que contratou para criar seu logotipo, chega uma mensagem que lhe abre um sorriso no rosto.

Jaqueline, queremos agradecer pela confiança.

Agora é chegada a hora de trabalhar o seu novo logotipo na construção da sua marca! Use-o para criar uma identidade para seu negócio, uma presença que seja sólida e ao mesmo tempo, integrada ao seu tempo.

Destaque-se no mercado e seus clientes vão chegar, temos certeza. Divulgue seu negócio e os potenciais visitantes vão se transformar em novos clientes. Seu logotipo foi feito para quem a veja enxergue seus valores, sua identidade. Com seu uso correto será muito mais fácil resolver seus problemas de confiança e fidelização.

Agora é usar os materiais que recebeu, entrar em contato com sua gráfica de confiança e conquistar seus sonhos!

Jaqueline guardou o email.

Pensou até em imprimir, mas abriu um sorriso enquanto pegava o celular para ligar para a gráfica.

Tinha que ser rápida porque a próxima reunião estava para começar.

——–

Esta é a história de Jaqueline, nossa arquiteta empreendedora. Ela é uma persona, uma representação de todas as arquitetas que tem um negócio próprio e sempre sonharam em oferecer o melhor de si para as pessoas, quer ajudá-las com o seu trabalho, conseguindo viver dele, sendo reconhecidas.

Esta é a sua definição de sucesso.

Ela já tem experiência na sua área, mas quando começou a se dividir entre os estudos, a família e trabalho as coisas complicaram.

O seu medo maior era não conseguir fazer o escritório prosperar. Mas após resolver alguns problemas, ela conseguiu,

Deu seu primeiro passo para criar um negócio de sucesso: a criação de um logotipo profissional. Agora Jaqueline vai se projetar para o mercado com uma imagem realmente profissional.