Para criar seu logo, todo arquiteto deve estar atendo aos detalhes na contratação do profissional que vai desempenhar essa tarefa.

A criação da marca da empresa é o elemento chave para a imagem do arquiteto, pois é o logo que vai servir de base para o desenvolvimento de toda a identidade visual que vai representar o arquiteto no mercado.

Por isso, alguns fatores podem ser fundamentais para identificar uma empresa de confiança para criar um logotipo.

Nesse post, nós separamos quatro dicas sobre os aspectos que você deve observar para identificar na hora de contratar um designer para criar seu logo.  São indícios de alguns dos problemas que você pode enfrentar.

Leia e prepare-se para não ser surpreendido negativamente.

Indícios de problema para criar seu logo

1. Despreparo

Pouca experiência e ou formação inadequada podem significar um repertório artístico restrito e falta de expertise para interpretação de informações importantes que deveriam ser transformadas na imagem que o arquiteto quer ter.

Um designer despreparado pode não conseguir traduzir em uma imagem o posicionamento e o valor que o profissional de arquitetura deseja.

Consequência

Um logo que não cause uma boa percepção de marca pode prejudicar a credibilidade do arquiteto e, por extensão, denegrir a percepção de qualidade, criatividade e originalidade de seus projetos.

Prevenção

Uma forma de fazer uma boa avaliação da habilidade do designer é conhecer bem o seu portfólio, avaliar o seu currículo e, sempre, que possível conversar com alguns de seus clientes para entender o nível de satisfação deles em relação ao trabalho que foi desenvolvido.

2. Negligência

Indisponibilidade de atendimento e falta de estrutura para solução de problemas são circunstâncias que podem trazer prejuízos financeiros e muito estresse. É importante poder contar com o profissional que vai criar seu logo, no desenrolar do processo.

Consequência

Não cumprimento de prazos que podem impactar negativamente em negócios a serem fechados, participação em eventos e oportunidades de networking que estejam dependendo apenas do fato de criar seu logo para produção de outros materiais, como cartão de visitas, por exemplo.

Prevenção

É interessante verificar a veracidade dos dados de contato informados pelo designer como, e-mail, chat, telefone, endereço físico e canais nas redes sociais.

Uma boa maneira de testar o funcionamento desses canais é experimentar o atendimento em todos eles ainda no processo de contato para orçamento e negociação com o profissional.

Atente-se para o tempo de resposta e para a qualidade desses canais, incluindo sua aparência e funcionalidade, pois podem ser “amostras” do tipo de trabalho que será desenvolvido.

Essas informações podem sinalizar se o fornecedor é uma empresa de confiança para criar seu logo.

3. Desorganização

Falta de processo para desenvolvimento do trabalho, incluindo apresentação pessoal, apresentação de portfólio, proposta comercial, tabela de preços, contrato de prestação de serviços, emissão de Nota Fiscal etc. não é um bom sinal.

Se a maneira de apresentar, formalizar e conduzir o trabalho não tem características de empresa, desconfie. Certifique-se de que você está contratando um serviço profissional e que se trata de uma empresa de confiança para criar logotipo.

Consequência

Dificuldades para comprovar e contestar o que foi contrato ou cobrado e até mesmo confusões fiscais pela falta de emissão de Nota Fiscal referente à prestação de serviço podem causar alguns transtornos e prejuízos monetários.

Prevenção

Solicite todos os materiais de formalização da negociação e avalie a qualidade do conteúdo e também a aparência visual deles, antes de fechar negócio.

4. Plágio

Todo profissional tem seu método específico de trabalho, além das técnicas, aplicação de recursos e uso de ferramentas inerentes a cada área do conhecimento.

No caso da criação do seu logotipo, o designer precisa garantir originalidade e exclusividade na proposta criativa, pois o arquiteto, assim como outros profissionais que atuam com criação visual tem uma necessidade ainda maior de ter uma marca impactante, que impressione.

Consequência

Plágio é coisa séria e, infelizmente, em tempos de internet e uso indevido do Google como território sem lei de direitos autorais, o resultado de ter um logotipo “similar” a outro já existente é catastrófico para uma marca.

Prevenção

Uma boa forma de avaliar os riscos de receber um material inadequado, de acordo com esses critérios, é questionar o processo criativo do profissional, perguntar quais são as etapas de criação do seu logotipo e entender como o trabalho é feito, desde o estudo de cores até a pesquisa de elementos gráficos etc..

Com tanta oferta no mercado virtual é fácil deixar-se iludir por propostas mirabolantes, preços baixos e prazos curtos. No entanto, para escolher uma empresa de confiança para criar logotipo é importante lembrar-se da importância que uma marca tem: ela pode ser a imagem que vai representar o seu negócio para sempre.

E então? Gostou desse artigo com dicas para contratar uma empresa de confiança para criar seu logo?

Saiba mais sobre a importância do logotipo e da identidade visual para a atuação do arquiteto, lendo outros posts no nosso blog.